Read Time2 Minutes, 53 Seconds

O mundo está cada vez mais automotivo e a tecnologia já faz parte do trabalho, da rotina e até da nossa casa.

As casas são, cada vez mais, compostas por aparelhos integrados que, conectados à internet, se comunicam, transmitem dados e auxiliam na organização do ambiente.

A internet das coisas surgiu para facilitar a vida das pessoas, otimizando o tempo e mudando a forma como o ser humano interage com os objetos e vice-versa.

Poder acessar e-mail, sites e notícias do celular ou do seu relógio, sem precisar de um computador físico, é internet das coisas. Mas ela vai muito além de ter acesso à internet através de aparelhos inusitados. Ela faz com que aparelhos tenham autonomia para funcionar de acordo com a conveniência humana. Através da conexão entre os objetos é possível que os aparelhos sejam controlados a distância por pessoas ou interligados entre si para resolverem situações sem qualquer intervenção humana.

Casas Inteligentes

A automação já está tão presente em nossa rotina que é possível ver facilmente a ação dela dentro das residências.

Atualmente é possível que aquele tradicional relógio da cozinha esteja conectado ao forno para que este ligue e desligue no tempo adequado permitindo que a comida já esteja pronta quando a pessoa chegar em casa. É possível também que sensores inteligentes implantados na geladeira estejam conectados ao site de pedidos do supermercado e o estabelecimento automaticamente ative o delivery para entregar em sua casa o produto que falta. A geladeira pode também estar programada para ao invés de ativar o delivery, pesquisar preços nos supermercados e você possa ter maior economia.

Cortinas que abrem e fecham no horário programado de dormir e acordar, termostato que adequa a temperatura do ambiente para torná-lo mais agradável, sanitários que se higienizam conforme necessidade ou até mesmo robôs que varrem a casa.

Até os animais de estimação já são beneficiados com a internet das coisas. Imagine que o recipiente de comida pode ser ativado de qualquer local onde seu dono esteja para disponibilizar alimento ao cachorro ou ao gato, ou ainda um brinquedo pode estar programado para distrair o animal em determinado momento do dia. E o que dizer de uma porta automatizada que permite o animal abri-la por reconhecimento facial? Tudo isso já existe.

São inúmeras as funções que a internet das coisas têm dentro de uma casa e essa realidade está cada vez mais comum.

Previsão de futuro

Antigamente pensava-se em internet das coisas apenas para ações grandiosas, como extração de petróleo, automação de aeronaves, investimento em mobilidade, entre outras. Hoje a internet das coisas realmente está nas fábricas, nas lojas, nos hospitais, mas também está no seu quarto, na sala, na cozinha, no banheiro, na varanda, no carro, dentro da bolsa, em qualquer lugar.

A internet das coisas é um caminho sem volta. A tendência é popularizar e ampliar cada vez mais, fazendo parte de mínimos detalhes da vida humana.

É um campo tão amplo, que abre possibilidades e oportunidades que não é possível nem imaginar determinadas coisas que ela fará no futuro, tampouco prever o impacto disto na rotina humana.

A única certeza é que com ajuda de sensores, conexões, chips e antenas os seres humanos serão cada vez mais produtivos e eficientes.

Close
Secondary Navigation